O senador Oriovisto defende a redução do custo da máquina pública, do déficit do governo, do fim da ineficiência e do desperdício no setor público. Isso será possível com a melhoria da gestão dos tributos pagos pelo povo:

Para isso algumas medidas podem ser tomadas, como por exemplo a regulamentação do teto remuneratório para agentes públicos, além da redução de assessores em gabinetes parlamentares.

Transparência nos processos de licitação de obras públicas e nas compras feitas por todos os órgãos públicos.

Reengenharia com corte de funcionários e busca de maior produtividade em todo setor público.

Fixação de metas de superávit em todos os níveis de gestão pública. Inclusive, o senador apresentou o Projeto de Lei Complementar nº 64/2019, mais conhecido como PLP da Responsabilidade Compartilhada, que cria mecanismos para conter a evolução dos gastos públicos quando houver déficits primários e premia o funcionalismo público quando houver superávits primários. Saiba mais.